Pryscilink
Arquivos

 

 

 

5.2.14

 

Zdravokrástov

Estou aqui, ditando meus mais sórdidos pensamentos para um ser que conheci há pouco mais de um ano. Zdravokrástov, nome com que o batizei por conta de sua origem búlgara, parece ser uma mistura de duende com ornitorrinco, profundo conhecedor da língua portuguesa e formado em datilografia pela Universidade de Cambridge. Tem a temperatura basal constante por volta dos 12 graus Celsius e vive cerca de vinte e três anos.
Ele digita o que eu penso. Zdravokrástov lê pensamentos, o que é um perigo. Já me flagrei pensando em cruzar o DNA de Zdravokrástov com o de Répi, meu Yorkshire, para descobrir o visual inusitado que a genética é capaz de produzir. Zdravokrástov, desde então, tenta seduzir Répi e, para tanto, tem andado com quatro patas apenas, poupando suas treze outras perninhas.
Zdravokrástov dá despesas, porque sobrevive à base de quibe do terminal rodoviário Guadalupe e hidrata-se bebendo calda de ovos de codorna em conserva. Mas de qualquer maneira, ele cobre o dispêndio porque é muito eficiente em digitar pensamentos torpes. Não é todo dia que se encontra um duende/ornitorrinco eficiente.
O que me irrita são as fotos autografadas com Xuxa e Michael Jackson que ele insiste em deixar em cima do monitor de computador enquanto trabalha. Mas é a condição que Zdravokrástov impôs para digitar meus pensamentos.

*Serviço público: a quem interessar possa, Zdravokrástov desmaterializa ovos de Taenia solium incrustrados nas vísceras humanas só com a força do pensamento seguido por um grunhidinho gutural.
 
 



Comments:
Olá! :)

Se eu conseguisse só pronunciar o nome dele certo eu já ficava feliz heheheh

Tomara que ele não se zangue com quem não consegue :|

Enquanto escrevia, vi abaixo do quadrinho o título do outro post da Depryzinha e lembrei de uma foto que tinha visto em outro site.
Se o Best Seller não der jeito, quem sabe assim resolve: http://charges.uol.com.br/emails-comentados/2014/02/07/momento-meigo-1

Até mais!
 
Postar um comentário

Links desta introdução:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?