Pryscilink
Arquivos

 

 

 

15.12.06

 

Nem que a Vaca Tussa!

700 artistas curitibanos enviaram projetos para aprovação de patrocinadores, mas apenas 40 foram adotados por empresas privadas para a Cow Parade. Vergonha comparado ao sucesso do evento em outras localidades. Com tão poucas obras aprovadas os empresários de visão tubular desta província acabaram por resumir a Cow Parade, maior evento artístico de rua do planeta, num fiasco. A Cow Parade passou por Nova York, Londres, Buenos Aires, Paris, Belo Horizonte, São Paulo e muitas outras cidades do mundo. Cerca de 100 milhões de pessoas já presenciaram o evento. Mas empresários curitibanos não compreendem o potencial das vacas.
Fiasco também foi o fato de que uma vaca já foi roubada do Parque Barigui. Outra foi atropelada por uma Kombi e chutada por vândalos até o amanhecer.

Bem, não mandei nenhum projeto para a Cow Parade a tempo porque não soube antes da inscrição. Aliás, prazo de inscrição é o meu segundo grande problema. Só perde no ranking para o quesito "acabou o papel higiênico - hora de ir ao mercado". Mas se eu ainda tivesse oportunidade de enviar uma proposta para a Cow Parade, ressuscitaria a tal Vaca Inflável Keké. Ela já teria duas grandes vantagens para a seleção, pois é de plástico e não dá leite mesmo. Tenho certeza que o finíssimo Hotel Ceará ou chiquérrimo Bar e Petiscaria Gato Preto patrocinariam tal projeto em Curitiba. Estes estabelecimentos cultuam as vacas e ainda servem suas costelas assadas até as quatro da manhã, 365 dias por ano. Não hesitariam em investir em cultura ao contrário da maioria de nossos empresários nada empreendedores.

Algum dos 660 artistas não selecionados ficou revoltado com a rejeição de seu projeto para a Cow Parade e acabou tendo uma idéia brilhante: Soltou uma vaca de carne e osso no Largo da Ordem (centro histórico da cidade). Assim como a Vaca Inflável Keké, a tal vaquinha de carne e osso também deixou um rastro fétido no Largo da Ordem e assustou muita gente que não tinha nem idéia da origem de seu Todinho matinal.

*A Cow Parade leiloará as esculturas em prol da Pastoral da Criança e da FAS - Fundação de Ação Social da Prefeitura de Curitiba. Quer uma vaca de tamanho real na sua sala de estar? É a sua chance! Ela não dá leite, mas você patrocinará o de muita criancinha carente adquirindo a bichana.


Comments:
Me compadeço da mesma dor intelectual, Pryscila. Por cá seria ainda pior, afinal eles não querem ver suas mães expostas nas ruas. Para aqueles miopes que acham que cultura não dá dinheiro, basta rever as muitas reportagens que cobrem uma pequena parcela de eventos onde, à amiúde pela primeira vez, a população carente teve acesso à música erudita, artes plásticas, cinema, et cétera. Os vendedores de pipoca lucram horrores e sozinhos.
 
O animal do largo da ordem era um boi da raça nelore, que tinha fugido de uma paroquia proxima, e que seria o primeiro premio de um bingo.
alguem deve ter dito que o centro tava cheio de gatinhas ou algo assim...
 
Eles costumam fazer alguma coisa só quando a "vaca já foi pro brejo".

Bom Natal procês!!!
 
Ola, primeiramente, curto seu trabalho demais, gosto muito de desenhar tb e tenho umas duvidas a respeito de como finalizar um desenho e coisas semelhantes, será que tem como vc adiciona meu msn pra que depois a gente possa trocar uma ideias, se poder eu ficarei muiiiiito agradecido.
anota meu msn ai: hugocriativo@hotmail.com se vc poder, nossa! me fara feliz demais ok?
 
Roubar uma vaca? Lamentável...
 
Como um dos infelizes artistas selecionados, e que teve, por um instante, a ilusão de que alguma coisa podiam dar certo na capital da cultura, gostaria de dizer que a Cow Parade em sua edição curitibana, não passou de um evento de merda.
Ou melhor, de bosta.

(peço desculpas antecipadas se este comentário sair duplicado)
 
Postar um comentário

Links desta introdução:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?